terça-feira, 16 de outubro de 2018

Arquidiocese de Olinda e Recife, encerra Semana Missionária



Entre os dias 07 a 14 de outubro várias paróquias da arquidiocese de Olinda e Recife realizaram a Semana Missionária cada uma com uma programação própria de acordo com a sua realidade, momento forte da presença da Igreja na vida do povo e no testemunho dos leigos que estiveram visitando bairros que alto índice de violência e de pobreza material e espiritual, colégios, hospitais, postos de saúde, celebrações em praças públicas, procissões, ações sociais, tudo abraçado com muito ardor missionários pelas pastorais, grupos, movimentos e comunidades que junto com o conselho missionário, a juventude missionária e a Infância e Adolescência Missionária, fizeram da semana missionária um momento importante para o povo que sentiram a misericórdia de Deus como canal de graça e chamamento para reavivar a amizade com Cristo e a Igreja. As redes sociais estiveram coloridas de registros a cada dia das ações realizadas por cada paróquia, e como fruto já muitos testemunhos de famílias que aderiram ao projeto de “Igreja em saída” sendo sinal da presença missionária da Igreja nos lugares mais distantes e difíceis.
Para o encerramento no ultimo domingo (14) cada paróquia preparou uma celebração onde ficou expresso a alegria e gratidão de todos por este tempo especial vivido com maior intensidade nesta semana e que deve permanecer nas comunidades e nas famílias como fruto deste grande momento pedido pela arquidiocese e abraço com muito ardor pelas paróquias.
Texto: Ir. Josevânia Alves
Fotos:  Luiz Correia - Pascom Vicariato Cabo

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Paróquia Santo Antônio, festeja padroeira do Comércio nesta terça-feira, 18


Com o tema, "Maria, mãe de Deus e mãe de todos os homens" (Jo 19, 26-17) a paróquia de Santo Antônio e devotos festejam a querida Mãe do Livramento, amanhã (18\09) às 19h com a Solene Celebração Eucarística em honra da querida padroeira dos comerciantes do Cabo.
Conheça mais sobre a história e devoção a Nossa Senhora do Livramento:
A origem dessa devoção está envolta em muita poesia. O fato, no entanto é que a devoção popular foi registrada em diversas localidades. Na Arquidiocese de Braga, em Portugal, consta que na igreja da Ordem Terceira de São Francisco se encontra a imagem de Nossa Senhora Libertadora das Almas do Purgatório. Pe. Jacinto dos Reis afirma que é mencionada na Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. Fala-se também que a origem ver­dadeira vem desde os tempos da história de Alcácer-Quibir. Naquela batalha, com a morte de Dom Sebastião, foram aprisionados todos os nobres que não queriam aceitar nem render homenagem aos conquistadores, podendo até pagar com a vida. Entre eles, encontrava-se Rodrigo Homem de Azevedo que era um dos mais dedicados defensores de sua pátria portuguesa, e não aceitava as ordens do duque de Alba, enviado pela Espanha para submeter o povo. A esposa de Rodrigo, encomendou o caso à santíssima Virgem da qual era devota. Durante nove dias orou fervorosamente, temendo pela vida de seu marido. Terminada a novena, ela teve um sonho, no qual lhe pareceu ver Nossa Senhora que lhe dizia: “Não te preocupes. Eu o livrarei. Mas quando puderes edifica uma igreja, para que meu Filho seja glorificado aqui”. Sem saber como, seu marido foi libertado quando outros nobres foram executados. Ele, por ter recebido essa graça, mandou esculpir uma imagem, conforme descrição da esposa em seu sonho: “Vestido branco. Os cabelos loiros soltos. O Menino Jesus no braço esquerdo e a mão direita em sinal de amparo”. E porque Nossa Senhora disse “Eu o livrarei”, deu-lhe o nome de Nossa Senhora do Livramento e construiu uma capela. Os portugueses trouxeram essa devoção para o Brasil. Na Arquidiocese de São Paulo há a Paróquia de Nossa Senhora da Livração. Dois municípios foram agraciados com esse simpático nome, um na Arquidiocese da Paraíba e outro na de São Luís de Cásseres, no Mato Grosso. Neste último — narra uma lenda mantida pela tradição —, um desconhecido, entre outras mercadorias, carregava na sua carrocinha uma imagem de Nossa Senhora. Num determinado lugar o animal estancou e não houve quem o pudesse mover. Retiraram a imagem e o animal andou. Tornaram a colocar a imagem na carrocinha, e outra vez o animal empacou. Isso se repetiu várias vezes. Os moradores interpretaram que Nossa Senhora queria permanecer naquele lugar. O desconhecido continuou seu caminho e desapareceu. Ninguém nunca mais o viu. O povo construiu uma capela, depositando no altar a linda imagem. Mais tarde a ermida se transformou em exuberante templo.
Oração: Mãe amorosa, permanecei em mim como num templo adornado e acolhedor. Nossa Senhora do Livramento, livrai-me de todo mal. Reinai em minha alma, mostrando-me nos vossos braços a Jesus. Amém.
Por Pe. Roque Vicente Beraldi, sacerdote, missionário claretiano.
Fonte: elsondemelo.blogspot.com.
Mais informações: 3521-9933
Pascom Santo Antônio - Cabo

Engenho Mercês - Cabo, festeja padroeira






De 19 a 22 de setembro a paróquia de Santo Antônio festeja a padroeira de Engenho Mercês, a abertura será nesta quarta-feira (19) às 19h com a Santa Missa presidida por Pe. Valdir Bezerra. Haverá ônibus às 18h30 ao lado da prefeitura antiga (próximo a Igreja Matriz). A festa segue até o sábado (22) com a procissão com a imagem de Nossa Senhora das Mercês às 19h, percorrendo as principais ruas e retornando a Capela para a Missa Solene de encerramento da festa.

Conselho Arquidiocesano Missionário e Laicato promove 2° encontro de formação nos vicariatos em preparação para a Semana Missionária

Semana Missionária “Igreja em saída”, quer ser um belo retiro espiritual popular missionário, que ajude os cristãos a crescer na espiritualidade do seguimento de Jesus de Nazaré, Mestre e Senhor no meio do povo sendo, assim, os cristãos leigos e leigas “Sal da terra e Luz do mundo”, a serviço do Reino, em uma Igreja decididamente “em saída”, missionária, solidária, participativa, despojada, sem “mundanismo espiritual”, discípula de Jesus, sua única razão de existir. Em preparação para este grande momento de animação e despertar missionário em todas as paróquias de nossa arquidiocese de Olinda e Recife, na manhã deste domingo (16) aconteceu o 2º Encontro de Formação para a “Semana Missionária” que acontecerá em todas as paróquias da arquidiocese, de 7 a 14 de outubro. Refletindo sobre o “Ministério da Visitação”, os vicariatos receberam os Conselhos Missionários Paróquias (COMIPAs) e o Laicato, no vicariato Cabo, o encontro aconteceu no Centro Social Armínio Guilherme, e contou com a assessoria do presidente do COMIDI, Pe. Rogério Silva e a participação do vigário episcopal do vicariato Cabo, mons. Josivaldo Bezerra que falou aos participantes, “ a missão de todos é levar Jesus ao mundo, nos lugares mais distante e desafiadores e exige de nós renúncias." Lembrou o sacerdote. No próximo domingo (23) acontecerá o retiro espiritual também em cada vicariato.

Ir. Josevânia Alves 

domingo, 9 de setembro de 2018

Paróquia Santo Antônio - Cabo, completa hoje 396 anos de elevação

Paróquia Santo Antônio - Cabo, completa hoje 396 anos de elevação, nossas preces de gratidão a Deus por todo bem que tem realizado na vida das famílias do Cabo de Santo Agostinho há quase 4 séculos.

Hoje (09\09) nossa paróquia completa 396 anos de fé em nossa querida cidade do Cabo de Santo Agostinho. Nossa prece de gratidão a Deus por todos os sacerdotes e paroquianos que por aqui passaram e já estão nos Céus, também a nossa oração por nossos paroquianos que junto as nossas pastorais, grupos, movimentos e comunidades faz a missão de Deus presente neste querido chão e na vida de nossas famílias juntos ao nosso querido pároco, Pe. Valdir Bezerra e ao Diácono Diácono Luís Albério
Deixe aqui sua mensagem de gratidão e compartilhe algum registro seu em um dos momentos importante de sua vida em nossa paróquia. Que nosso padroeiro, Santo Antônio interceda sempre pelo povo do Cabo.

Conheça um pouco mais de nossa história:
A Matriz de Santo Antônio, está situada no início da Rua Vigário João Batista. É evolucionária da primitiva ermida construída no mesmo local, presumidamente entre os anos 1590 a 1595, pelos habitantes do Arraial que, no decurso de 370 anos, tornou-se cidade. Hoje, cidade metropolitana da grande Recife.
Em 1621 já era freguesia de Santo Antônio, ano em que seus moradores enviaram petição ao Bispo do Brasil: Dom Marcos Teixeira. A petição foi deferida em 09 de setembro de 1622, com elevação de Paróquia e como padroeiro: Santo Antônio. A provisão nomeando Vigário Paroquial: o Padre Mateus de Souza Uchôa, na mesma data, o qual já exercia a função de capelão. Desde a data da elevação de Paróquia até 1639, o padre Mateus, desempenhou o seu vicariato com dedicação e amor. Ao longo de seus 396 anos, vários sacerdotes exerceram a missão de pastorear o rebanho de Deus, na cidade do Cabo de Santo Agostinho. Atualmente tem como Pároco, Pe. Valdir Bezerra. #ParóquiaSantoAntônioCabo #396AnosdeFé#PascomSantoAntonioCabo

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Imagem de Nossa Senhora Divina Pastora chega a nossa paróquia dia 17






Com o objetivo de se intensificar as orações pelas vocações em nosso vicariato Cabo, a imagem de Nossa Senhora Divina Pastora está percorrendo as paróquias de nossa região episcopal onde ficará exposta para a visitação dos fiéis e orações. Em nossa paróquia a imagem chega dia 17 e ficará até o dia 23, onde seguirá para a paróquia  São Miguel, em Ipojuca.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Vicariato Cabo acolhe imagem de Nossa Senhora Divina Pastora



A comissão de Pastoral para os Ministérios Ordenados e Vida Consagrada do Vicariato Cabo, promoveu na noite desta terça-feira (10) uma Missa Vocacional presidida pelo vigário episcopal, mons. Josivaldo Bezerra, que reuniu as paróquias do vicariato para  acolher a imagem de Nossa Senhora Divina Pastora. O evento que contou com os sacerdotes da região episcopal, Diác. Genival Cunha, seminaristas e religiosos, aconteceu na Igreja Matriz de São José Operário – Vila Social - Cabo. Em sua homilia, mons. Josivaldo falou da importância do evento, “a iniciativa de Pe. Adailton foi belíssima para que nós possamos rezar pelas vocações, precisamos de mais sacerdotes em nossas paróquias, mais é preciso que rezemos e ajudemos as vocações. Somos todos nós que devemos nos sentir responsáveis pela formação dos nossos padres. A oração pode transformar tudo e abri o nosso coração para que nos conscientizemos da nossa missão de filhos e filhas de Deus.” Concluiu o sacerdote.

 A imagem irá percorrer todas as paróquias do vicariato com o objetivo de se intensificar as orações pelas vocações. O presidente da referida comissão, o vigário paroquial de São José Operário, Pe. Adailton Moura, falou da importância da iniciativa da comissão, “escolhemos a Divina Pastora para que ela possa arrebanhar corações, almas generosas para o serviço do Reino, ela que é exemplo para todos nós possa também tocar os corações de tantos jovens para viverem de uma forma autêntica a vocação cristã. Vamos confiar todas as vocações do vicariato a Nossa Senhora Divina Pastora para que ela possa conduzir as almas e leva-las a viver a santidade da vida Cristã.”  Encerrou Pe. Adailton Moura, que também agradeceu aos sacerdotes e as paróquias que contribuíram com alimentos não perecíveis para os seminários da arquidiocese.
Ir. Josevânia Alves – Pascom Vicariato Cabo  


sexta-feira, 22 de junho de 2018

Encontrão dos COMIPAs da Arquidiocese de Olinda e Recife, acontece dia 21 de julho






Como já exorta o doc. de Aparecida, “todos os batizados são chamados a ser discípulos missionários de Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, para que nossos povos tenham vida Nele.” Com o objetivo de promover um momento de partilha das experiências da animação missionária nos Vicariatos da Arquidiocese de Olinda e Recife (AOR), no próximo dia 21 de julho, acontece o “Encontrão dos COMIPAs” que reúne os conselhos missionários paroquiais, integrantes da Juventude Missionária e da Infância e Adolescência Missionária presentes em nossa arquidiocese. O evento é promovido pelo Conselho Missionário Arquidiocesano e acontecerá no Centro de Pastoral Dom Vital – Várzea, de 07h às 12h.  
Serviço:
Encontrão dos COMIPAs da Arquidiocese de Olinda e Recife
Local: Centro de Pastoral Dom Vital – Várzea
Dia: 21 de julho de 2018
Horário: 07h às 12h


quinta-feira, 21 de junho de 2018

Imagem de Nossa Senhora Divina Pastora, chega dia 10 ao vicariato Cabo





No próximo dia 10 de julho, o vicariato Cabo acolhe a Imagem de Nossa Senhora Divina Pastora, o evento é promovido pela Comissão de Pastoral para os Ministérios Ordenados e Vida Consagrada do Vicariato Cabo representada pelo Pe. Adailton Moura, que irá reunir todas as paróquias da região episcopal para acolher a querida imagem que percorrerá todas as paróquias com o objetivo de rezar pelas vocações. O local da acolhida será a Igreja Matriz de São José Operário, na Vila Social – Cabo, com a Concelebração Eucarística às 19h.
Conheça mais sobre a história de Nossa Senhora Divina Pastora:
O Título de Divina Pastora teve sua origem na cidade de Sevilha, Espanha. Surgiu a partir de uma ”aparição” de Nossa Senhora naquele local, no dia 8 de dezembro de 1703, data em que se comemora a Natividade da Virgem Mãe de Deus. Sua imagem teria aparecido sentada numa rocha, vestida como pastora num local onde pastavam as ovelhas
Ela traz um cajado na mão, símbolo do pastoreio materno, da mãe que cuida de seus filhos. Inicialmente foi denominada “Virgem de Zagala” (que significa: pastora que cuida de seu rebanho), símbolo de uma mãe amorosa, está, como em toda sua presença na história da salvação, como aquela que colabora e conduz as ovelhas ao seu Filho Jesus, O Divino Pastor. As autoridades eclesiásticas aprovaram o culto à Divina Pastora em 1709, autorizando, assim, a criação de uma Irmandade da Divina Pastora.
 Esta irmandade, baseada na devoção à Nossa Senhora Divina Pastora, conseguiu arrebanhar tantos membros que o próprio Rei quis fazer parte da mesma. Um dos maiores propagadores da devoção à N. Sra. Divina Pastora foi um religioso Capuchinho, chamado Frei Isidoro. O principal santuário da Divina Pastora na América Latina está situado da ilha de Trindade, nas Antilhas. Através dos frades capuchinhos, este título chegou também à Venezuela no ano de 1778, sendo que no Brasil é mais intensamente conhecido no Estado de Sergipe que dedica não só o nome da cidade: DIVINA PASTORA desde 1836, mas também, a belíssima Igreja matriz que traz a sua invocação como padroeira. Das diversas irmandades espalhadas pela Espanha, sobretudo Sevilha, e da comunicação com as mesmas, apresentamos algumas orações do culto desenvolvido durante os séculos em louvor a Nossa Senhora, sob o título de Divina Pastora.
Fonte: http://espacojames.com.br


domingo, 3 de junho de 2018

Paróquia Santo Antônio, celebra 396 anos de Fé



Uma tradição que já soma quase 400 anos de história e devoção ao querido protetor das coisas perdidas, Santo Antônio de Pádua. Desde o ultimo dia 01 de junho, paroquianos e devotos do querido Santo, rendem homenagens por sua fiel intercessão junto a Deus, este ano o tema reflete o protagonismo dos leigos, vivenciando o ano do laicato, “a exemplo de Santo Antônio, levemos a todos a luz do Evangelho”, a festa segue até o dia 13, feriado municipal, onde os cabenses receberão o arcebispo metropolitano e filho da paróquia, Dom Antônio Fernando Saburido, OSB, que às 10h presidirá a Missa Solene em honra de querido padroeiro, somando 396 anos de devoção do povo cabense. Na programação, todas as noites sacerdotes convidados estarão presidindo a Missa em honra do “Doutor Angélico” e logo após a Missa, os participantes contam com um espaço para se confraternizarem em família com o momento cultural, onde artistas da terra se apresentam ao público, que contam com barracas típicas e muita animação.


Confira a Programação:
03/06 (DOMINGO)
19h – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Conselho Pastoral Paroquial, Coroinhas e Dizimistas
Celebrante: Pe. José Romualdo – Adm. da Paróquia Nossa Sra. do Livramento – Arquidiocese da Paraíba /PB

04/06 (SEGUNDA-FEIRA)
18h – Recitação do Terço.
19h – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Comunidades: Nossa Senhora do Livramento, Santa Terezinha, São Judas Tadeu, Santa Luzia, Santo Amaro, Nossa Sra. de Fátima, Sagrado Coração de Jesus, Nossa Sra. de Lourdes.
Celebrante: Pe. Adailton Moura – Vigário Paroquial  da Paróquia São José Operário – Vila Social / Cabo-PE

05/06 (TERÇA-FEIRA)
18h00 – Recitação do Terço.
19h00 – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Comunidades: São Miguel, São João Batista, São Francisco, São Benedito, Sant’Ana, Nossa Sra. do Perpétuo Socorro, Nossa Sra. das Mercês, Mãe Rainha e Nossa Sra. da Conceição.
Celebrante: Pe. Tiago Luz – Adm. Paroquial da Paróquia Nossa Sra. Rainha da Paz – Pontezinha /Cabo-PE

06/06 (QUARTA-FEIRA)
18h – Recitação do Terço.
19h – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Animadores de Missão, Juventude Missionária e Infância e Adolescência Missionária. (COMIPA)
Celebrante: Pe. Rogério José – Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho – Ponte dos Carvalhos

07/06 (QUINTA-FEIRA)
18h – Recitação do Terço.
19h – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Poder Executivo, Poder Legislativo e Poder Judiciário.
Celebrante:  Pe. Paulo Augusto – Pároco da Paróquia São José da Boa Esperança – Amaraji-PE

08/06 (SEXTA-FEIRA)
18h– Recitação do Terço.
19h – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Apostolado da Oração, Apostolado da Mãe Rainha, Terço dos Homens e Ministério Eucarístico Jovem.
Celebrante: Pe. Gilson Santos – Adm. Paroquial da Paróquia São José Operário – Vila Social / Cabo-PE

09/06 (SÁBADO)
18h – Recitação do Terço.
19h – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Irmãs franciscanas do Imaculado Coração de Maria, Ordem Franciscana Secular e Juventude Franciscana.
Celebrante: Pe. Osvaldo Lopes – Adm. Paroquial da Paróquia Cristo Rei – Cohab/ Cabo-PE

10/06 (DOMINGO)
18h – Recitação do Terço.
19h – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Comissão Catequese e Pastoral da Criança, EJC, Crismandos e Voluntários.
Celebrante: Pe. Pedro Jorge – Capelão do IMIP

11/06 (SEGUNDA-FEIRA)
18h – Recitação do Terço.
19h – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Renovação Carismática, Ministério Jovem Fogo Abrasador, Legião de Maria e Vicentinos.
Celebrante: Pe. Lion Santos – Adm. Paróquial da Paróquia Imaculada Conceição e Santo Antônio-Camela/Ipouca-PE

12/06 (TERÇA-FEIRA)
18h – Recitação do Terço.
19h – Celebração Eucarística.
Noiteiros: Antônios e Antônias e Casais de Namorados.
Celebrante: Pe. José Amaro Neto – Adm. Paroquial da Paróquia de São Miguel Arcanjo – Abreu e Lima-PE

13/06 (QUARTA-FEIRA DIA DA FESTA)
05h – Alvorada Festiva.
10h – Solene Concelebração Eucarística Presidida pelo Arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Antônio Fernando Saburido, OSB.
15h – Missa de Encerramento da Festa presidida pelo Pe. José Paulo – Vigário Paroquial da Paróquia Sant’Ana, Santana do Ipanema – Diocese de Palmeira dos Índios –Alagoas-AL.
Logo após, procissão com a Imagem do nosso querido Padroeiro Santo Antônio, percorrendo as principais ruas do Centro da Cidade. Encerrando com a Bênção do Santíssimo Sacramento.

História - A Matriz de Santo Antônio, está situada no início da Rua Vigário João Batista. É evolucionária da primitiva ermida construída no mesmo local, presumidamente entre os anos 1590 a 1595, pelos habitantes do Arraial que, no decurso de 370 anos, tornou-se cidade. Hoje, cidade metropolitana da grande Recife. Em 1621 já era freguesia de Santo Antônio, ano em que seus moradores enviaram petição ao Bispo do Brasil: Dom Marcos Teixeira. A petição foi deferida em 09 de setembro de 1622, com elevação de Paróquia e como padroeiro: Santo Antônio. A provisão nomeando Vigário Paroquial: o Padre Mateus de Souza Uchôa, na mesma data, o qual já exercia a função de capelão. Desde a data da elevação de Paróquia até 1639, o padre Mateus, desempenhou o seu vicariato com dedicação e amor. Ao longo de seus 396 anos, vários sacerdotes exerceram a missão de pastorear o rebanho de Deus, na cidade do Cabo de Santo Agostinho. Atualmente tem como Pároco, Pe. Valdir Bezerra, contando com 17 comunidades, todas em pleno exercício, inserindo grupos, pastorais, movimentos, COMIPA, JM e IAM sendo cada dia mais, uma Igreja em saída.
Fonte: Adalgiza Santos

SERVIÇO
Evento: Festa de Santo Antônio – Padroeiro do Cabo de Santo Agostinho
Data: 01 a 13 de junho de 2018
Local: Igreja Matriz, situada a Rua Vigário João Batista Nº 08 – Centro do Cabo de Santo Agostinho
Telefone: 3521-9933


segunda-feira, 28 de maio de 2018

Infância e Adolescência Missionária da Paróquia Santo Antônio – Cabo, realiza semana de Oração Missionária




Como já exorta o Papa Francisco, “a missão do cristão no mundo é maravilhosa e destinada a todos, é uma missão de serviço, ninguém está excluído; essa requer muita generosidade e, sobretudo, o olhar e o coração dirigidos ao alto, para invocar a ajuda do Senhor.” Em comemoração aos 175 anos de IAM e da 6ª Jornada Nacional, a IAM da paróquia Santo Antônio – Cabo, da arquidiocese de Olinda e Recife, realizou de 21 a 27 de maio, a semana de oração missionária, onde os grupos visitaram as famílias dos bairros São Francisco e Charnequinha. Para a assessora, Ir. Tatiane Silva, a missão trouxe grandes contribuições para as próprias crianças, “seguindo o roteiro nacional, nossas crianças além de sentir mais profundamente em si, o chamado de Jesus para ir e anunciar a Boa Nova, vimos como aprenderam a manusear a Bíblia e refletir com o povo a mensagem de Cristo, como também as crianças aprenderam a manusear o Terço rezando com as famílias.” Já para a mãe, Leidjane Soares, ter seu filho na IAM e vivenciar com ele a semana de oração, foi de crescimento espiritual, “meu filho, Kaio José (07 anos), com a realização da missão, observamos o fervor em seu coração no convite todos os dias em casa para refletirmos juntos a Palavra de Deus”. Dentro da programação, no sábado as crianças e adolescentes realizaram na Capela São Francisco, a Consagração e oferta do confrinho na 6ª Jornada Nacional.
Ir. Josevania Alves

Infância e Adolescência Missionária do Vicariato Cabo, celebra 6ª Jornada Nacional





Muita alegria e ardor missionário, invadiu o coração dos pequenos missionários na manhã deste domingo (27) que foram até a paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho, em Ponte dos Carvalhos para participarem com todas as IAMs do Vicariato Cabo, da celebração da 6ª Jornada Nacional, que este ano teve como tema "Infância e Adolescência Missionária - 175 anos fazendo discípulos missionários para o mundo". Durante a homilia realizada pelo pároco e presidente do COMIDI, Pe. Rogério Silva, o mesmo, lembrou a todos a importância do protagonismo missionário da IAM na Igreja, “Vocês são dádiva na vida das vossas paróquias, parabéns pela coragem de cada um em anunciar a Boa Nova e vamos contagiar outras crianças com nosso ardor missionário, vamos ser essa “Igreja em saída” resgatando não somente crianças para Cristo, mas também famílias”, concluiu o sacerdote. Durante a Celebração as crianças e adolescentes fizeram a consagração, e receberam dos assessores o lencinho e o escuto da IAM, e ofertaram o cofrinho, fruto da oferta das crianças que durante todos os meses levaram sua contribuição e depositaram no cofrinho que será enviado ao Secretariado Nacional da IAM, em Brasília (DF), destinado para as obras dedicadas às crianças e para a evangelização. A Obra da Infância e Adolescência Missionária, tem como finalidade suscitar o espírito missionário universal nas crianças, desenvolvendo-lhes o protagonismo na solidariedade e na evangelização e, por meio delas, em todo o Povo de Deus: "Crianças ajudam e evangelizam crianças". São crianças em favor de outras crianças.

Ir. Josevânia Alves